Polícia Civil divulga estatística sobre pessoas desaparecidas em Espera Feliz e região
20/06/2024 13:10 em Novidades

(Com informações do site Destaque Diário)

A 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Manhuaçu divulgou os dados estatísticos referentes às ocorrências de pessoas desaparecidas e localizadas na região entre os anos de 2020 e 2024. Os números revelam uma tendência preocupante que merece a atenção das autoridades e da população.

A Polícia Civil de Minas Gerais lançou neste mês de junho a plataforma online da Microsoft Power BI sobre o desaparecimento de pessoas, bem como as localizadas. Esses dados estão disponíveis inclusive para consulta pública, podendo ser acessados por qualquer pessoa com acesso à internet.

De acordo com o relatório, o total de desaparecimentos na jurisdição da 6ª Regional da PC de Manhuaçu variou significativamente ao longo dos últimos quatro anos.

Em 2020, foram registrados 86 casos, seguidos de uma queda para 68 em 2021 e um novo decréscimo para 53 em 2022. No entanto, 2023 marcou um aumento para 67 casos, e apenas até o início de junho de 2024, já foram contabilizados 35 desaparecimentos.

O município de Manhuaçu, que sedia a delegacia regional, apresenta números que merecem destaque. Com um total de 32 casos em 2020, o número caiu gradualmente até 2023 e conta com 5 ocorrências em 2024.

Já em Espera Feliz, foram 7 casos em 2020, que caíram para 4 em 2021, diminuíram para 1 em 2022, mas subiram significativamente para 6 em 2023. Até junho de 2024, já são 6 casos registrados.

Lajinha registrou 7 casos em 2023, que aumentaram em relação a 2020 que foram 4, diminuíram para 2 em 2021, mas subiram novamente para 4 em 2022 e já contam com 2 em 2024.

Manhumirim teve 9 casos em 2020, 7 em 2021, uma queda para 3 em 2022, mas um aumento para 6 em 2023, e até agora, 1 caso em 2024.

Alguns municípios mantiveram registros de desaparecimentos nulos em determinados anos, como Durandé e São José do Mantimento, que tiveram somente um desaparecido no período analisado.

COMENTÁRIOS